5 Carros Que Ninguém Nunca Esquecerá

5 carros que ninguém nunca esquecerá

 Fusca


Para quem gosta e tem verdadeira paixão por carros, vê nele mais do que um veículo e transporte, torna-se um companheiro silencioso que desperta simpatia e amizade fazendo parte da história da vida do proprietário ou até mesmo por quem teve a oportunidade de vivenciar momentos marcantes e inesquecíveis sem ser dono ou dona do carro, guarda na lembrança uma memória afetiva de um determinado modelo.

 

Os carros exercem um poder de destaque como amizade no ser humano, para quem aprecia automóveis, que mesmo em se tratando de uma máquina de transporte ganha status de parceiro por se tornar objeto de convívio que esteve presente em vários momentos da vida como, por exemplo, nos filmes em que já foi comprovado pelos cineastas que cenas com carro em perseguição elevam a audiência. No namoro, nos passeios com amigos e a família e muito mais.

 

Os automóveis dos anos 60, 70 e 80 estão entre os que mais marcaram época, muito mais do que do ano 2000 para cá, que se pode considerar recente para dizer que ainda é muito cedo para destacar um ou outro. Sem dúvida que atualmente os veículos são projetados para oferecer maior conforto, segurança e diversas funcionalidades modernas, Provavelmente daqui a alguns anos teremos novos carros na lista.

 

Opala – Para começar a lista dos carros que ninguém esquece, vamos abrir espaço para esse possante e lindo modelo que a Chevrolet fabricou por mais de 20 anos com início nos anos 60, transmissão em duas opções de 4 ou 6 cilindros. Sua elegância dispensa comentários, sem dúvida é um dos automóveis mais marcantes e que despertou muita imaginação, tanto que ganhou fama participando de filmes e novelas se tornando objeto de desejo.

Opala

Fusca – Esse veículo se tornou paixão nacional e internacional chegando a ser o carro mais produzido por um ano. Quando a Volkswagen anunciou que deixaria de fabricar o simpático fusca, muita gente ficou triste e não é para menos, quem tem paixão por carros sabe o quanto ele foi importante e continua sendo, pois tem relação direta com a memória afetiva, estando presente na vida de muitas famílias, basta ver antigas fotos que sempre se vê um fusca no quintal, na calçada ou garagem, além disso, foi protagonista do filme Se meu fusca falasse produzido pela Disney.

 

Ford Maverick – Sua fabricação no Brasil teve início nos anos 70. Excelente e lindo veículo que além do design conquistou pelo seu desempenho de velocidade que atingia 100 quilômetros entre 10 e 12 segundos.

ford-maverick

Rural Willys – O mais empolgante dos veículos para trafegar em lugares de pista dura (difícil) do que os demais veículos da época, pois foi fabricado com tração nas rodas para enfrentar os mais difíceis percursos.

 

Rural-willys

Karmann – Ghia – Com toda a certeza, esse carro elegante com padrão esportivo deixou muita saudade. Produzido nos anos 60 no Brasil.

Karmann

Opala Um Possante Que Ninguém Quer Esquecer

Opala, para alguns não significa somente um meio de transporte e sim um estilo de vida, ou até mesmo, uma segunda paixão.

Sobre o Opala

Tudo deu início em 1966, a GM iniciou ao projeto do primeiro carro Chevrolet brasileiro, o chamado Opala.

O nome foi derivado de uma fusão do Opel com o Impala, que também são produtos da GM. Depois de uma espera de 2 anos, foi lançado em São Paulo oficialmente ao público o Opala.

Ao passar os quase 24 anos de reinado com fabricação, o primogênito passou por diversos aprimoramentos, onde foi aperfeiçoado, tanto no design quanto na performance, o que o tornou mais interessante e cobiçado ainda. 

Com cilindradas para fazer qualquer um vibrar de emoção. A força ou torque grande, foi a grande marca do Opala, que alguns apelidando chamam de ”Opalão”, eram modelos de 4 e 6 cilindros, em todas as versões, que sempre vieram com motores derivados dos Chevrolet Norte Americanos.

Opala Sedã

Foi um veículo que fez jus ao que hoje se difunde, forte e confortável, com classe, elegante. Um carro para ninguém colocar defeito, a não ser alguns que diziam que o modelo fabricado aqui no Brasil era, esteticamente, inferior aos seus irmão americanos.

opala-antigo-29 

Curiosidades

Os primeiros modelos eram de 3 marchas e tinham a alavanca de  transmissão no próprio volante, algo que antigamente era até comum, mas hoje em dia, soa um pouco estranho, pois para se usar passagem de marchas no volante só se for através de botões, como acontece com alguns esportivos atuais. 

carros-opala-952f9ePor mais antigo que seja, esse carro era capaz de fazer 0 a 10km/h em apenas 13.3 segundos e em 1976 essa marca caiu, 10,0 segundos com um motor 250-S, o que só era possível no possante de 6 Cilindros. 

Foi eleito o Carro do Ano, pela revista Auto Esporte, no ano de 1972. 

O piloto Fábio Sotto Mayor, estabeleceu o recorde de velocidade, ao atingir 303,157 km/h, com um Opala 2 portas (coupê).

O último exemplar do Opala foi fabricado no dia 16 de abril de 1992, quando foi produzido o Opala de número 1 milhão. 

O último Opala fabricado, um modelo Diplomata cor azul, foi cedido pela Chevrolet para o acervo de exposição do Museu da Tecnologia da ULBRA em Canoas, Rio Grande do Sul. Atualmente, este exemplar pertence a um ex-funcionário da GM.

Modelos

Opala SS (Separetd Seats ou Assentos Separados) 

Em 1971 foi lançado o Opala SS, que foi uma proposta mais esportiva, com pintura externa que continha uma faixa, detalhes internos, como volante de 3 raios, bancos individuais, o que era diferente nos primeiros modelos, tudo para deixá-lo mais competitivo, até as rodas ficaram mais esportivas e também um conta-giros no painel.

O Opala SS era duas porta, (coupê), mas em 1971 ganhou 4 portas e 3 anos depois um motor mais econômico, 2.5 cilindradas, (151) de quatro cilindros, que durou até 1980.

Somente em 1975, o Chevrolet Opala sofre a maior modificação no seu estilo, foram redesenhadas as partes traseiras e dianteiras.

opala-ss-78Em 1976 ganhou um motor novo o 250S, o que foi suficiente para torná-lo o carro mais rápido do Brasil, segundo a revista Quatro Rodas, com 190,47 km/h, superando outros grandes como Dodge Charger da Chrysler e o Maverick da Ford. 

Opala Caravan

Opala e Passat

O Opala Caravan foi criado em 1975, foi uma reformulação, deixando de ser um carro esportivo, para um carro com mais funcionalidades, com um porta-malas gigante, tornando-o um utilitário, inclusive era usado como ambulância.

Caravans eram produzidas com as mesmas especificações dos opalas, tinham opções de 4 ou 6 cilindros e motores 250-S e 151-S. 

Opala Comodoro 

Lançou-se simultaneamente à caravan, nas versões cupé e quatro portas, o Chevrolet Comodoro que substituiria o Gran Luxo. Intitulado como o carro de maior status da linha, normalmente vinha equipado com motor 6 cilindros de 4.100cc, 

Opala Diplomata 

opala 4.1 s auto 6cc 92Esse sim era o carro com mais requinte, era puro luxo, o mais completo e mais atualizado das versões, com pacote de série que impressionava, como freios melhores suspensão que dava mais conforto, ar-condicionado, a estabilidade deu um grande avanço ao modelo.

A partir de 1985, recebia vidros elétricos, antena elétrica, retrovisores elétricos, porta malas com acionamento elétrico, travas elétricas, desembaçador do vidro traseiro, aquecedor interno, volante com regulagem de altura, dentre outros recursos que o mantinham no topo da linha da GM

Opala L

Restrito a frota de pessoas jurídicas e governamentais .

Opala Diplomata Collectors 

Uma série limitada, especial de encerramento da produção do Opala, foi batizada Diplomata Collectors.

Foram fabricados em apenas 3 cores: azul, preto e vermelho, equipadas com câmbio automático, eram acompanhados de chaves banhadas a ouro, traziam uma fita VHS sobre a história do Opala e um certificado assinado pelo presidente da GM do Brasil, dentro de uma pasta de couro.

Essa série teve 100 exemplares sem numeração especial no chassis

[button style=’yellow’ url=’http://maissobrecarros.com.br/ford-landau-antigo-porem-inesquecivel/’ target=’_blank’ icon=’entypo-export’ fullwidth=’true’]você vai gostar de: ‘FORD LANDAU, ANTIGO PORÉM INESQUECÍVEL'[/button]

Nomeação

As versões ficaram nomeadas assim 

  • Opala SL
  • Opala Comodoro SL/E
  • Opala Diplomata SE
  • Caravan SL
  • Caravan Comodoro SL/E
  • Caravan Diplomata SE
  • Opala L
  • Diplomata Collectors

opala017uo7

Versões detalhadas

  • Opala 1968
  • Opala De Luxo 1968
  • Opala SS(Separetd Seats) 1970
  • Opala Gran Luxo 1970
  • Opala Coupe 1971
  • Opala Comodoro 1974
  • Caravan 1975
  • Caravan Station Wagon 1975
  • Caravan SS 1978
  • Diplomata 1980
  • Diplomata SE 1980
  • Opala L (para uso governamental)
  • Diplomata Collectors 1992

IMAGENS

[button style=’red’ url=’http://maissobrecarros.com.br/opalas_imagens/’ target=’_blank’ icon=’entypo-camera’ fullwidth=’true’]veja imagens de opalas, muito legal![/button]

VÍDEO

[button style=’red’ url=’http://maissobrecarros.com.br/opalas_video/ ‘ target=’_blank’ icon=’entypo-video’ fullwidth=’true’]veja esse incrível vídeo de arrancada com um opala[/button]

.

[socialpoll id=”2183833″]